Cartão de crédito

Ganhe milhas e pontos pagando contas com o cartão de crédito (sem taxas)

Todo mês temos contas a pagar: aluguel ou parcela de um imóvel próprio, contas de água, luz, telefone, Internet, celular, escola das crianças e muitos outros.

Mas você sabia que essas contas podem ser pagas pelo cartão de crédito, te gerando mais pontos (milhas) que você pode vender posteriormente? Pois é.

Eu costumava pagar minhas contas de casa em débito automático, até para não correr risco de deixar algo sem pagar. Imagine! Mas percebi que isso só gera valor para o banco e para as empresas dos serviços que contrato.

Já ao pagar boa parte das minhas contas e boletos usando meu cartão de crédito eu acumulo pontos do cartão, que converto em pontos ou milhas dos programas de fidelidade, e vendo as milhas ganhando um dinheiro extra (e muito necessário!)

Nem sempre temos movimentação suficiente no cartão de crédito para acumular pontos. Essa é uma das dificuldades de quem quer ganhar dinheiro vendendo milhas: como acumulo pontos suficientes para valer a pena?

Te respondo: é importante combinar diversas técnicas, principalmente para quem naturalmente tem uma baixa movimentação no cartão de crédito. O pagamento de contas usando o cartão é uma delas.

De fato famílias de classe extremamente elevada costumam ter uma movimentação natural no cartão de crédito mais alta, mas em geral quem vende milhas não conta somente com os pontos do cartão mas sim acumula através dos diversos produtos e serviços disponíveis, além de assinatura de clubes e compra de pontos, aguardando depois o momento certo para transferir.

É da combinação de táticas assim que vêm os maiores volumes e onde se pode fazer ainda mais dinheiro.

Pagando contas pelo cartão de crédito diretamente (com taxa)

Uma das opções disponíveis no mercado é pagar suas contas usando o cartão de crédito diretamente, é o chamado “Pague Contas”. Seu banco oferece essa opção, muito provavelmente.

Porém, ela quase nunca vale a pena, dadas as altas taxas envolvidas. Os bancos costumam cobrar juros, às vezes também uma taxa fixa e mais o IOF. Por isso, a quantidade de pontos que você vai fazer não compensa por todo o gasto extra que você teve com todas essas taxas.

Se você ainda sim estiver interessado (eu não recomendo apresento uma melhor opção a seguir), é provável que encontre a opção dentro do menu “Pagamentos” no seu Internet Banking. Veja instruções do Bradesco, do Itaú, do Banco do Brasil e do Santander.

Tome muito cuidado ao fazer essa escolha para não se enrolar com os juros e leia todas as regras pois nem todo cartão oferece pontos para essa função de pagamento de contas. Eu realmente recomendo que você veja a opção a seguir ao invés de usar essa.

Pagando contas pelo cartão de crédito usando apps (sem taxa)

Agora sim entra a minha recomendação: pagar contas e serviços usando o cartão de crédito, mas através de aplicativos específicos, que permitem fazer isso até um certo limite sem taxas.

Ou seja: você paga pelo que já teria que pagar normalmente, mas usando o cartão, sem custos extras, e com isso acumula pontos do seu cartão de crédito que podem ser posteriormente convertidos para os programas de fidelidade e vendidos, te gerando uma renda extra.

Quais aplicativos permitem pagar contas e boletos usando o cartão de crédito?

Hoje em dia os principais aplicativos que eu uso para esse fim são: Mercado Pago, RecargaPay e PicPay.

Cada um deles tem suas características e confesso que às vezes nenhum deles funciona bem. Isso ocorre porque eles mudam com frequência as regras de uso e não deixam claro para o público. Eles tendem a bloquear movimentações e contas com certa facilidade, mas em geral se você seguir tentando e começando com valores menores etc com o tempo tudo passa a funcionar melhor.

Cada uma dessas soluções possui um valor máximo que você pode pagar nelas pelo cartão de crédito sem ter que pagar taxas. Por isso, planeje-se para distribuir os pagamentos entre elas.

Cada uma delas também aceita tipos de boletos diferentes das outras, então você pode ir tentando, aprendendo com o tempo e definindo quais boletos e contas pagar com cada uma delas.

Normalmente eu uso o seguinte caminho:

  1. contas de consumo (telefone, luz, água, internet) eu pago no RecargaPay, pois ele é limitado à contas de consumo;
  2. boletos como o de condomínio e outros que cheguem, eu sempre tento passar no Mercado Pago para ver se vai;
  3. pagamentos de serviços como diarista e outros assim, eu sempre tento convencer a pessoa a aceitar PicPay e pago por lá.

Leia os artigos a seguir para aprender um pouco mais sobre cada uma dessas opções de acúmulo de milhas:

Gerando milhas e pontos pelo Mercado Pago

Gerando milhas e pontos pelo RecargaPay

Gerando milhas e pontos pelo PicPay

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios